Gastroplastia Brasil Serviço de cirurgia do Hospital Angelina Caron.

(0xx41) 3679 - 8218

Médico cirurgião

Dr. Wilson Paulo dos Santos (CRM-PR 14204)

Síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável (ou síndrome do cólon irritável) ou doença intestinal funcional, abreviado em português como SCI, SII ou SIR e, em inglês, como IBS (irritable bowel syndrome) é uma doença funcional, ou seja, não há lesão orgânica presente no intestino, mas causa grande desconforto nas pessoas que a apresentam.

Sintomas

A SCI apresenta o início dos sintomas mais comumente na juventude e é caracterizada por dor abdominal com cólica, distensão abdominal por gases, obstipação ("intestino preso"), constipação severa, obstrução intestinal ou diarréia. O fator emocional é extremamente relevante nesta doença, já que é ele quem desencadeia os sintomas. Desta forma, o ponto inicial do tratamento da síndrome do cólon irritável é a mudança de estilo de vida, o que levaria a uma diminuição do estresse e da ansiedade. Nesse sentido, considera-se a conexão da síndrome do cólon irritável com desequilíbrios da serotonina no organismo, motivados por diversos fatores.

A importância do neurotransmissor serotonina é considerada como relevante na regulação dos movimentos peristálticos no intestino. Como não existem lesões responsáveis pelo aparecimento da síndrome, o diagnóstico é feito clinicamente, com base na interpretação dos sintomas relatados ao médico, que diante de exames complementares exclui a possibilidade de patologias mais graves.

Diagnóstico

De um modo geral o diagnóstico diferencial da síndrome do intestino irritável deve excluir:

Apendicite, colecistite e litíase renal com sintomas de dor abdominal e/ou lombar.

Diverticulite com sintomas de dor abdominal (cólica).

Deficiência de lactase com sintomas de diarréia e distensão abdominal.

Doença celíaca com sintomas de esteatorréia e/ou distensão abdominal.

Retocolite ulcerativa com sintomas de diarréia com muco e sangue e dor (cólica).

Doença de Crohn com sintomas de diarréia ou esteatorréia e dor.

Estrongiloidíase, giardíase com sintomas de diarréia.

Amebíase com sintomas de diarréia com muco e sangue, dor abdominal.

Importante:

As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional. De nenhuma forma devem ser utilizadas para auto-diagnóstico, auto-tratamento e auto-medicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.

Responsável técnico - Dr. Wilson Paulo dos Santos - CRM-PR (14204) - cirurgião geral - RQE - 12005, Medicina Intensiva - RQE - 12317.

Desenvolvido por: Paulo Henrique